Achou falhas no Android ? o Google te paga

Loading...


Google quer pagar a quem encontrar falhas de segurança no Android


Já é uma tradição do Google: a empresa costuma lançar programas de recompensas que pagam milhares de dólares a especialistas que encontram falhas de segurança em seus produtos. Agora é a vez da empresa abrir essa possibilidade também para o Android.
No ano passado, a empresa pagou mais de US$ 1,5 milhão a pesquisadores. Agora a companhia lançou o Android Security Program, que pagará por cada etapa requerida para corrigir uma falha de segurança, incluindo correções, testes e vulnerabilidades afetando os aparelhos Nexus vendidos no Google Play fora do Brasil.

Assim, isso engloba apenas o smartphone Nexus 6 e o tablete Nexus 9, de forma que o Google considera a linha “a primeira grande linha de dispositivos móveis a oferecer um programa de recompensa por vulnerabilidades”. No entanto, o Google diz que todo o ecossistema Android deve se beneficiar do programa.

A empresa diz que além de pagar pelas vulnerabilidades encontradas, também oferecerá uma recompensa especialmente maior para os pesquisadores que investirem seu tempo testando e desenvolvendo as correções que farão o ecossistema inteiro mais forte.
Quem quiser ganhar a recompensa máxima, no entanto, terá que encontrar as falhas mais profundas. O Google diz que o Android possui várias camadas de segurança, então o valor máximo será pago a quem burlar os recursos de segurança da plataforma, como ASLR, NX e o “sandboxing”, criados para evitar abusos e proteger usuários.

O Android Security Program deve apenas complementar outros programas de segurança, que continuarão existindo normalmente. Inclusive, o Android continuará participando do Patch Rewards Program, que recompensa as contribuições para segurança de projetos de código aberto do Google, entre os quais está seu sistema operacional móvel. 


Achou falhas no Android ? o Google te paga Achou falhas no Android ? o Google te paga Reviewed by Guilherme Gomes on 13:26:00 Rating: 5

Nenhum comentário: